domingo, 11 de outubro de 2009

O dia do deficiente físico!

Bom dia, boa tarde e boa noite blogueiros e bloguetes do nosso coração, estando perto ou não!!
Hoje, dia 11/10, comemoramos uma data mais que especial, referente à pessoas que atualmente em nosso país não recebem o respeito merecido pelas autoridades, pela maior parte dos cidadãos, mas que faço questão de reverenciar e homenagear por serem verdadeiros exemplos de vida e lutadores nesse mundo que, apesar de maravilhoso, é um "mundo cão" !
Trago mais informações sobre este dia e sobre os nossos homenageados, segundo o site da ADITAL:

Em 11 de outubro é comemorado o Dia do Deficiente Físico. Trata-se de uma data importante para 9 milhões de cidadãos brasileiros, suas famílias, amigos e a sociedade. Neste dia, a Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD) alerta sobre a necessidade de prevenir doenças e acidentes causadores de paraplegia e tetraplegia e ressalta a importância da inclusão social.

Especializada em tratamento e recuperação de pessoas portadoras de deficiência física há 55 anos, a AACD afirma que a prevenção pode contribuir para reduzir o percentual de brasileiros paraplégicos ou tetraplégicos, ou com algum tipo de paralisia. A prevenção tem duas vertentes: evitar acidentes (de automóveis, com armas, quedas e mergulhos) causadores de lesões traumáticas, e doenças que podem levar à deficiência, como a mielomeningocele, que pode ser prevenida pela ingestão de ácido fólico. Neste aspecto, a AACD comemora hoje o fato de ter conseguido que se aprovasse lei, já em vigor, tornando obrigatória a adição do produto em todas as farinhas produzidas e comercializadas no País.

Quanto aos acidentes traumáticos, os dados são mais preocupantes. De acordo com pesquisa da Clínica de Lesão Medular da AACD, 73,4% dos deficientes tratados pela instituição adquiriram o problema por acidentes de carro, armas de fogo e queda. A clínica de Lesão Medular da AACD revela, ainda, que, deste universo, 43,5% de seus pacientes sofreram lesões em razão de acidentes por armas de fogo. Os dados estatísticos dos últimos três anos também mostram que 83,5% dos pacientes são do sexo masculino e 68,3% estão paraplégicos.

Cerca de 81,9% dos lesados medulares (paraplégicos e tetraplégicos) foram vítimas de algum tipo de acidente (trauma). O restante corresponde a lesões não-traumáticas, provocadas por algum tipo de doença. Dentre o universo pesquisado, 62,7% vivem na cidade de São Paulo e Região Metropolitana, 31,6% no interior paulista e os demais em outros estados.

De acordo com dados do último censo do Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE), há hoje, no Brasil, 24,6 milhões de pessoas portadoras de deficiências (PPDs). Destas, mais de 9 milhões são portadoras de algum tipo de deficiência física. Assim, para a AACD, 11 de outubro é data importante para a conscientização da sociedade. A entidade, além de reabilitar seus pacientes, luta por sua inclusão social.


Portanto, caros amigos e amigas, eu, Aline e toda equipe deste blog parabenizamos estes amigos e pessoas dignas de nosso respeito, em especial ao nosso parceiro John e ao amigo Rafael Lô!

1 comentários:

Rafinha disse...

É galera, este eu posso falar pois sou profundo conhecedor da causa. Tenho deficiência física também, nesse caso de nascença mesmo, mas os dados de pessoas que se tornaram deficientes por outros motivos, infelizmente são alarmantes.

Uma curiosidade para vocês, é que no meu caso, eu tenho a citada mielomeningocele.

E assim como a maioria dos deficientes físicos, detesto ser tachado de coitado, não sou, nem nunca fui. Tenho meus momentos de preguiça, concordo... Mas estou sempre na luta pelo meu melhor.

Então meus amigos... PARABÉNS A NÓS DEFICIENTES FÍSICOS!!!!

Rumo a um mundo sem preconceitos!!!

Abraços
Rafinha.